segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

Aos oitenta, dando dribles nas doenças e chupando balinha de menta

Não há alívio maior que este.

Hoje de manhã, após olhar os exames, a tal “cintilografia óssea de corpo inteiro” e a “ressonância magnética da coluna lombar”, o médico, o ortopedista André Flávio, balançou positivamente a cabeça e descartou uma palavra muito feia, chamada “metástase” ou câncer, na brava tia Flocely, que completa 80 anos nesta quarta, salve salve. As duas vértebras quebradas são fruto da osteosporose mesmo, aliadas a duas quedas.

Depois, o nefrologista Rafael Pacífico, um dos médicos mais atenciosos que já tive a oportunidade de conhecer, olhou os exames, as taxas, a tal creatinina (nunca pensei que fosse me preocupar tanto com a taxa de creatinina), e nem citou a palavra “hemodiálise”. A pressão estava alta, ele refez a programação dos remédios, perguntou como estava a vida da tia, que ele só chama de Maria (de fato é Maria Flocely, mas todos só chamam mesmo de Flocely). Hemodiálise, por enquanto, não entra nas estratégias para manter o único rim supimpa. Ula-la...

Voltamos para casa aliviados. Rosa, que é o braço direito e esquerdo de tia, comprou umas balinhas de menta, para o caso de tia tossir muito, na viagem de volta. No CD, Tom Jobim cantava “Águas de Março”, que ela gosta muito. Lá pelas tantas, na Imbiribeira, tia me deu um pedaço de sua barra de cereais.

Quarta-feira, a tia completa 80 anos. Maria Floceli Ulisses da Silva avisou aos quatro ventos que não quer festa, mas o doutor Rafael lembrou que não é todo mundo que completa 80 anos, uma data tão bacana. Tia sorriu.

Acho que só três ventos escutaram.

Prometemos que não vamos fazer festa, mas tratei de alardear secretamente aos vizinhos, que prometem vir, a passo lento, meio adágio, trazendo algo, além da presença. Aquele negócio básico de nordestino, de cada um levar um pedacinho de alguma coisa, que no final dá uma coisa linda. Neide perguntou se era bom a gente fazer uma pequena cerimônia religiosa, eu disse que sim, porque no domingo, tia fica defronte à TV e reza, acompanhando a missa. Além disso, tem um pequeno altar, com vários santos. Ela tem fé.

Tratei de escanear várias fotos delaa, em momentos distintos de sua vida, com a ajuda de Renato. Vou imprimir e dar um álbum de presente. Acho que ela vai gostar.

Amanhã, chegam de Fortaleza dona Ermira, que vem a ser minha mãe, e Beta, irmã da dona Ermira, logo, minha tia. Tia Antonieta vem de Caruaru, mas já avisou que vai passar somente o dia, pois está cuidando da neta. A mãe de Rosa ficou de fazer uma torta especial, de presente. Das Neves vai trazer, tenho certeza, um bolo de rolo. É o melhor bolo de rolo do Brasil, garanto.

Já falei da amadíssima tia Flocely, neste pequeno espaço da Internet, muitos leitores vão até dizer que sou meio repetitivo, mas eu nem ligo (na verdade, tem leitor que está ficando repetitivo).

Não é todo dia que uma criatura linda, aos 80 anos, dá um pontapé no câncer, um drible na hemodiálise e volta para casa chupando balinha de menta. Isso sim, é uma celebração da vida.

Almoçamos no restaurante Kancela, com “k” mesmo, aqui no Cabo. O calor estava de rachar tudo, mas a galinha estava meio salgadinha, tia adorou sair do cardápio sem sal que Rosa agora comanda.

Rosa, por sua vez, achou a melhor comida do ano. Não foi ela quem cozinhou, né?

Para a tia Flocely, com amor.

16 comentários:

Anônimo disse...

Viva!!!Viva!!!Viva!!!

Dona Flocely, a senhora mais linda que conheci, linda porque além de tudo que tú descreves, ainda tem: um sorriso doce, um olhar meigo, um jeito manhoso e uma fivelina que coloca do lado direito. É linda, lúcida, forte, humana e maravilhosa.
A notícia da saúde é sem dúvida muito merecimento.
Feliz 80 longos anos.

Muitos beijos
Bianca

Anônimo disse...

Muito linda a sua tia.
Mas, os parabéns, só no dia.

Um beijo para ela e muita saúde.

Conceição Cardozo

Gustavo disse...

não esqueça de dar o meu abraço, viu?
bjs
Gustavo.

Alexcina Cirne disse...

Lendo suas crônicas sentimos até o cheiro das coisas.
Real..Tão palpável.
A galinha me deu água na boa.
Muitos anos de vida e muitas saúde a sua Tia Flocely.

Anônimo disse...

A tia tem muita sorte de ter um sobrinho como voce mais doce do que as balas dela sem a menor sombra de dúvida.

Anônimo disse...

Samarone
Não esqueça de fazer o album com as fotos. Tenho certeza que ela irá adorar.
Escreva ao lado das fotos algumas doces palavras.
Tudo de bom...

Anônimo disse...

Samarone
Não esqueça de fazer o album com as fotos. Tenho certeza que ela irá adorar.
Escreva ao lado das fotos algumas doces palavras.
Tudo de bom...

CAPILÉ disse...

Sama, parabéns p sua vó...

grande abraço.

CAPILÉ disse...

...rsssssssssssssss, ou melhor, TIA!!!! kkk...

Anônimo disse...

Sama,

um grande abraço do mano distante, PH. E a viagem aérea das duas "madames" na madrugada pernambucana?
Beijão em Tia.

keila aquino disse...

Sama,
estou prestes a completar meus 36 anos (vai ser dia 25!) e fiquei me imaginando como estarei com meus 80...
Gostaria de estar com muita saúde , mas muita saúde mesmo!
Por isso fiquei super feliz em saber de sua tia, com 80 anos, driblando um cancer e chutando a hemodiálise... Isso é que é garra!!
Mas , tem outra coisa que desejo muito mesmo qdo estiver com meus 80... é saber que realmente existem pessoas que estão ao meu lado e que me amam com todo carinho do coração. E isso tenho certeza de que sua tia tem certeza. Pq vc sempre está ao seu lado...
Dê um grande e caloroso abraço de parabéns em sua tia por mim, mas dê mesmo!! E diga a ela que isso aqui é exemplo de vida...
Grande beijo pra vcs!!

Anônimo disse...

Samarone,

Parabéns! para dona Flocely, que deve ser mesmo uma flor muito linda.muitas felicidades hoje e sempre....aos 80 anos acho que é possível ser feliz todos os dias.

um abraço afetuoso para vocês.

Conceição Cardozo

Simone disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Simone disse...

Desejo um super Feliz Aniversário para sua tia Flocely:

F orte
L úcida
O timista
C apaz
E nérgica
L utadora
Y oung

:D :D :D
bjão!

Jamille disse...

Sama, a Coluna de Marcus Bezerra hj, no JC Online, fala de naá e sua Kombi!! Dá uma lida!

Gabriela disse...

Viva a celebração da vida!
Feliz aniversário tia Flocely!
Sama
Preciso do seu endereço para mandar suas poesias!!!